Nariz

O Nariz é a estrutura piramidal no centro da face que, juntamente com os seios paranasais, forma a parte mais externa das vias aéreas superiores. Ele é dividido pelo septo em duas aberturas anteriores, as narinas e é revestido por tecido, respiratório, muito vascularizado e com diversas glândulas, dito mucosa.

O ar entra no sistema respiratório pelas narinas e dentro do nariz terá contato com as conchas ou cornetos e se dispersará pelos seios paranasais para que seja filtrado, aquecido e umidificado.

Em condições normais, o septo encontra-se bem posicionado e não oferece resistência à passagem do ar. Além disso, a mucosa produz pequena quantidade de secreção continuamente que irá formar um lençol que permitirá ao nariz a filtração e umidificação do ar. Os cornetos, que recebem grande parte do sangue que chega à região e variam de tamanho continuamente, auxiliam no aquecimento e no controle de fluxo aéreo.

Diversas situações, desde a gestação até a vida adulta, podem interferir na posição do septo e no tamanho das conchas nasais. Essas alterações podem causar obstrução nasal, levando o paciente a respirar pela boca e prejudicar suas qualidades de vida e de sono.

As diversas alterações que prejudicam o funcionamento do nariz devem ser investigadas e tratadas adequadamente pelo otorrinolaringologista. Evite utilizar medicamentos sem orientação médica, pois eles podem acabar prejudicando ainda mais sua saúde.